Teologia da Unificação PDF Imprimir E-mail
Escrito por Administrator   
Ter, 23 de Novembro de 2010 19:45

As 12 afirmações teológicas da Unificação

“Ainda que a intenção desta obra não seja a abordagem de assuntos doutrinários, todavia, urge colocar, mesmo que suscintamente, doze pontos centrais da doutrina ensinada pelo Reverendo Moon e seus seguidores.” (FERABOLLI, 2001)

1) DEUS – Há um vivo, eterno e verdadeiro Deus. Um ser além do tempo e espaço, o qual possui um intelecto, uma emoção e uma vontade perfeitos, cuja natureza mais profunda é o coração e amor, que combina ambos, a masculinidade e feminilidade, o qual é a fonte de toda verdade, beleza e bondade e que é o criador e mantenedor do homem e do universo e de todas as coisas visíveis e invisíveis. O homem e o universo refletem Sua personalidade, natureza e propósito.

 

2) HOMEM – O homem foi feito por Deus como uma criança especial, à Sua imagem, como Seu filho. Feito como Ele na personalidade e natureza, e criado para responder ao Seu amor, para ser a fonte de Sua alegria e compartilhar Sua criatividade.

 

3) O DESEJO DE DEUS PARA O HOMEM E A CRIAÇÃO – O desejo de Deus para o homem e a criação é eterno e imutável; Deus quer que o homem e a mulher cumpram três coisas: Primeiro – cada qual crescer para a perfeição, então, ser um no coração, vontade e ação com Deus. Tendo seus corpos e mentes unidos em perfeita harmonia, centralizados no amor de Deus; Segundo – serem unidos por Deus como marido e esposa e dar nascimento a filhos de Deus, sem pecado; daí, estabelecer famílias sem pecado e, finalmente, um mundo sem pecado; Terceiro – tornar-se senhor do mundo criado pelo estabelecimento de um domínio de amor, de dar e receber recíproco com Ele. Por causa do pecado do homem, contudo, nada disso aconteceu. Portanto, o desejo atual de Deus é que o problema do pecado seja resolvido e que todas as coisas sejam restautadas, desta maneira trazendo o Reino de Deus na Terra e no Céu.

 

4) PECADO – O primeiro homem e mulher(Adão e Eva) antes de se tornarem perfeitos, foram tentados pelo arcanjo Lúcifer através do amor ilícito e proibido. Através disso, Adão e Eva voluntariamente separaram-se da vontade de Deus e do Seu propósito para eles, desta maneira, trazendo a si mesmos e à raça humana a morte espiritual. Como resultado desta queda, Satanás usurpou a posição de verdadeiro pai da humanidade, em consequência, todas as pessoas nascem em pecado, fisicamente e espiritualmente, e têm a propensão ao pecado. Os seres humanos, portanto, tendem a opor-se à Deus e Sua vontade, e vivem em ignorância sobre a verdadeira natureza deles e dos pais e de tudo que eles perderam. Deus também chora por seus filhos perdidos e pelo mundo perdido, e tem estado lutando incenssantemente para restaurá-los para Si. A criação geme em trevas, esperando unir-se com os verdadeiros filhos de Deus.

 

5) CRISTOLOGIA – A humanidade decaída pode ser restaurda para Deus somente através de Cristo (o Messias), o qual veio como novo Adão para tornar-se a nova cabeça da raça humana (substituindo os pais pecadores), através do qual a humanidade pode ser renascida na família de Deus. Para Deus enviar o Messias, a humanidade deve cumprir certas condições as quais, simbolicamente, restauram o que foi perdido através da queda.

 

6) HISTÓRIA – A restauração acontece através do pagamento de indenização pelos pecados (fazer a reparação pelos pecados). A história humana é o arquivo do esforço de Deus e dos homens para fazer essa reparação em tempo a fim de que estas condições possam ser cumpridas e então Deus possa enviar o Messias, o qual vem iniciar o processo da completa restauração. Quando algum esforço na realização de alguma condição de reparação falhar isto deve ser reparado, normalmente através de outra pessoa depois de um intervalo de tempo: a história portanto, exibe um modelo cíclico. A história culmina na vinda do Messias e naquele tempo a velha idade termina e a nova idade começa.

 

7) RESSURREIÇÃO – O processo da ressurreição é o processo de restauração para a vida espiritual e para a maturidade espiritual, finalmente unindo o homem com Deus: isto é passar da morte espiritual para a vida espiritual. Isso é realizado, em parte, pelo esforço do homem (através de orações, boas ações, etc.) com a ajuda dos snatos do mundo espiritual, e completado pelas atividades de Deus trazendo renascimento ao homem através de Cristo (o Messias).

 

8) PREDESTINAÇÃO – A Vontade de Deus, que todas as pessoas sejam restauradas para Ele, é predestinada absolutamente e Ele tem eleito todas as pessoas para a salvação, mas Ele tem também dado ao homem parte da responsabilidade (para ser realizada através da vontade livre do homem). Pelo cumprimento da responsabilidade de ambos, (de Deus e do Homem), Sua Vontade Original é realizada: aquela responsabilidade permanece perenemente para o homem. Deus tem predestinado e chamado certas pessoas e grupos de pessoas para certas responsabilidades: se eles cumprem, a humanidade será abençoada e estas pessoas serão glorificadas, mas se eles falham, outras devem tomar seus lugares e maiores reparação deverão ser feitas.

 

9) JESUS – Jesus de Nazaré veio como Cristo, o segundo Adão, o único amado filho de Deus e seguindo as palavras de Deus, e revelando Deus para as pessoas. As pessoas, contudo, o rejeitaram e o crucificaram, desta forma o impediram de construir o Reino de Deus na Terra. Jesus, contudo, foi vitoriosos sobre Satanás, na sua crucificação e ressurreição, e isto tornou possível a salvação espiritual para queles que são renascidos através dele e do Espírito Santo. A restauração do Reino de Deus sobre a Terra aguarda a Segunda Vinda de Cristo.

 

10) A BÍBLIA – As Escrituras do Velho e Novo Testamento são o registro ds progressivas revelações de Deus para a humanidade. O propósito da Bíblia é levar-nos a Cristo e revelar o coração de Deus. A verdade é única, eterna e imutável, então, qualquer nova mensagem de Deus será em conformidade com a Bíblia e iluminará profundamente seu núcleo. Ainda, nestes últimos dias, nova verdade deve vir de Deus a fim de que a humanidade seja capaz de realizar o que até agora, não realizou.

 

11) A COMPLETA RESTAURAÇÃO – Uma apropriada compreensão da teologia concentra-se simultaneamente sobre a relação do homem com Deus (vertical) e sobre a relação do homem com seu semelhante (horizontal). O pecado do homem destruiu ambas relações e todos os problemas do nosso mundo resultam disto. Estes problemas serão resolvidos através da restauração do homem para Deus através de Cristo, e também atrvés de tais medidas como iniciativas apropriadas e práticas de padrão moral formando verdadeiras famílias, unindo todas as pessoas e raças (tais como o Oriente e o Ocidente) resolvendo a tensão entre a Ciência e a Religião, corrigindo injustiças econômicas, raciais, políticas e educacionais, e ultrapassando ideologias que negam Deus, tal como o Comunismo.

 

12) SEGUNDO ADVENTO E A ESCATOLOGIA – A Segunda Vinda de Cristo ocorrerá em nossa época, uma época semelhante àquela da Primeira Vinda. Cristo virá como antes, como um homem, na carne, e ele estabelecerá uma família através do casamento com sua noiva, uma mulher em carne, e eles tornar-se-ão os Verdadeiros Pais de toda a humanidade. Através de nossa aceitação dos Verdadeiros Pais (a Segunda Vinda de Cristo), obedecendo-os e seguindo-os, nosso pecado original será eliminado e nós, eventualmente, tornar-nos-emos perfeitos. Verdadeiras Famílias, cumprindo o ideal de Deus, começarão e o Reino de Deus será estabelecido sobre a Terra e no Céu. Hoje, é a

chegada daqueles dias.

Esta síntese foi extraída da obra “O Fenômeno Moon: Quem é? O que tem feito? Por que é perseguido?” de Neudir Simão Ferabolli.

Para um maior aprofundamento da visão teológica da Unificação, aconselhamos a leitura do livro “Princípio Divino”.

Última atualização em Seg, 10 de Janeiro de 2011 16:29
 

Desenvolvido por Cristhian Bini para Associao das Familias - http://www.familias.org.br